Vida Sim, Cigarro Não!

No dia 29 de agosto, comemora-se no Brasil, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, uma data instituída pela Lei nº 7488, que foi criada com o objetivo de conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro.

Criado em 1986, o Dia Nacional de Combate ao Fumo tem por finalidade conscientizar a população a respeito dos riscos do tabaco, pois de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública.

No Brasil, 23 pessoas morrem vítimas de doenças associadas ao cigarro a cada hora. São mais de 200 mil mortes por ano. Em escala global, esse número salta para seis milhões. E o pior é que as estimativas não são nada positivas. A projeção é que os índices dobrem até 2030.

O cigarro, assim como outros derivados do tabaco, não possui uma quantidade segura de consumo. Somente na fumaça desse produto, por exemplo, encontramos mais de 4.700 substâncias tóxicas, algumas inclusive cancerígenas. O alcatrão e a nicotina são exemplos dessas substâncias maléficas ao organismo. Essa última substância age como estimulante do sistema nervoso central, eleva a pressão sanguínea e a frequência cardíaca, diminui o apetite e desencadeia náusea e vômito. Já o alcatrão, que é formado por várias substâncias, está ligado a doenças cardiovasculares, câncer, entre outras.

Seja consciente e respeite os locais públicos e privados. Não fume! A fumaça não pode respeitar os espaços, mas você pode!

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*