Carlos-favaro-e-Pedro-Taques-23-03-16-615x340

Taques e Fávaro assinam repasse emergencial de quase R$ 50 milhões para a Saúde de MT

O governador Pedro Taques (PSDB) está em missão internacional na China e autorizou nesta quarta-feira (8), por meio de ligação telefônica, o governador em exercício, Carlos Fávaro (PSD) a liberar cerca de R$ 50 milhões para conter a crise na Saúde Pública do Estado.

Fávaro deve repassar entre R$ 30 a R$ 50 milhões para manter o funcionamento de unidades de saúde no interior.

Conforme informações repassadas por uma fonte do Palácio Paiaguás, os repasses à Saúde Pública terão prioridade inclusive sobre a folha salarial dos servidores públicos e os pagamentos a fornecedores do Governo.

Os repasses vão priorizar municípios, onde unidades que suspenderam os atendimentos esta semana, como Pontes e Lacerda, Sinop e Rondonópolis.

Crise na Saúde

Na segunda-feira (6), o hospital filantrópico Vale do Guaporé (Santa Casa), paralisou os atendimentos em Pontes e Lacerda, alegando falta de repasse de verbas por parte do Estado, que há quatro meses não faz o pagamento para a unidade e acumula uma dívida de quase R$ 2 milhões.

O hospital atende 10 municípios que compõem a Regional Oeste, responsável pelo atendimento de cerca de 150 mil habitantes.

Nesta quarta-feira, a Santa Casa de Rondonópolis anunciou que suspendeu as internações na UTI pediátrica da unidade. A única equipada para o atendimento no município.

Médicos da Santa Casa de Rondonópolis, anunciaram greve suspendendo os atendimentos a pacientes do SUS e realização de cirurgias há duas semanas, devido ao atraso salarial referente a quatro meses.

Na terça-feira (7), prefeitos de municípios da região Norte do Estado protestaram pelo atraso de  repasses para hospitais regionais de Sinop, Sorriso e Colíder. O ato foi realizado em frente ao Hospital Regional de Sinop, a 503 km de Cuiabá.

 

 

 

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*