DSC_7464

Prefeitura realiza campanha de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, em Pontes e Lacerda

A Prefeitura de Pontes e Lacerda através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho (SEMAS) por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), realizou na noite de quinta-feira (18/05), o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

DSC_7401

O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal, com grande participação da comunidade. Autoridades civis, militares, políticas e eclesiásticas participaram da solenidade. Além de profissionais da educação, conselheiros tutelares, pais, alunos do projeto Guarda Mirim, entidades representativas e um grupo jovem de louvor da Igreja Batista, que abriu a cerimônia com uma belíssima apresentação.

DSC_7444

A professora e Dra. Teresa Pazos foi responsável pela palestra, que abordou assuntos de extrema relevância dentro do referido contexto. Segundo ela, esse é um assunto mais que urgente na sociedade e precisa ser combatido veementemente. “Infelizmente os estudos comprovam que a infinita maioria dos casos de violência contra as crianças e adolescentes, vem dos familiares, consanguíneos, pessoas afins, amigos, enfim, pessoas próximas da família, que parecem inofensivas, mas na prática destroem vidas e causam danos terríveis”, disse a palestrante.

Ao fim do evento, a chefe de departamento da Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho, Sônia Sant’ana se mostrou feliz, agradeceu e falou sobre o trabalho de divulgação da campanha no município. “Esta é uma campanha muito importante do calendário da Secretaria, mas que a gente nem queria que fosse necessário fazê-la. Durante todo o mês, a gente vai estar fazendo esse trabalho de divulgação, com panfletagem nas escolas, projetos sociais e nas ruas do município. A intenção desta campanha é fazer com que os casos de abuso e exploração diminuam. E a nossa maior luta é contra o silêncio. Entendenos que não é fácil falar sobre esse assunto, mas é preciso denunciar para que possamos diminuir cada vez mais os índices de violência contra as nossas crianças”, resumiu a mesma.

Por: Leandro Régis / Da Redação.

 

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*