meio_01

Prefeitura de Araputanga leva palestra sobre coleta seletiva e reciclagem do lixo as escolas da cidade

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Rural (SEMADUR), em parceria com a Associação de Catadores “Reciclar para Viver Melhor”, realizou uma Palestra Educativa sobre o Tema: Coleta Seletiva e Reciclagem do Lixo, na Escola Municipal José Evaristo Costa.

A ação ocorreu nesta quarta – feira, dia 01 de novembro de 2017, às 19.00 horas, contando com a presença do Presidente da Associação de Catadores Claudemir Vanzela, a Técnica Florestal Milaine Gonçalves Alcântara e Adriani, professores e os pais dos alunos da rede municipal.

Na oportunidade, os presente puderam tomar conhecimento do trabalho que vêm sendo desenvolvido pela Prefeitura Municipal, visando reduzir a quantidade de resíduos depositados todos os dias no lixão, por meio de ações conjuntas das Secretarias de Meio Ambiente, Obras, Saúde, Educação e Vigilância Sanitária, além da parceria do Ministério Público de Araputanga.

Para que separar o lixo?

Cada tipo de resíduo tem um processo próprio de reciclagem. Na medida em que vários tipos de resíduos sólidos são misturados, sua reciclagem se torna mais cara ou mesmo inviável, pela dificuldade de separá-los de acordo com sua constituição ou composição. O processo industrial de reciclagem de uma lata de alumínio, por exemplo, é diferente da reciclagem de uma caixa de papelão.

Por este motivo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos estabeleceu que a coleta seletiva nos municípios brasileiros deve permitir, no mínimo, a segregação entre resíduos recicláveis secos e rejeitos. Os resíduos recicláveis secos são compostos, principalmente, por metais (como aço e alumínio), papel, papelão, tetrapak, diferentes tipos de plásticos e vidro. Já os rejeitos, que são os resíduos não recicláveis, são compostos principalmente por resíduos de banheiros (fraldas, absorventes, cotonetes…) e outros resíduos de limpeza.

Há, no entanto, uma outra parte importante dos resíduos que são os resíduos orgânicos, que consistem em restos de alimentos e resíduos de jardim (folhas secas, podas…). É importante que os resíduos orgânicos não sejam misturados com outros tipos de resíduos, para que não prejudiquem a reciclagem dos resíduos secos e para que os resíduos orgânicos possam ser reciclados e transformados em adubo de forma segura em processos simples como a compostagem. Por este motivo, alguns estabelecimentos e municípios tem adotado a separação dos resíduos em três frações: recicláveis secos, resíduos orgânicos e rejeitos.

A Prefeitura Municipal de Araputanga já instalou a coleta seletiva no Município, por meio de uma parceria com a Associação de Catadores “Reciclar para viver Melhor”, envolvendo diversos atores sociais; principalmente famílias que já estavam na atividade e viviam em  situação de risco. No momento, o trabalho vem sendo realizado diariamente nos grandes geradores (casas comerciais, supermercados, setor industrial) e algumas residências.

“A intenção é expandir o projeto, e para isso, contamos com o apoio da população, pedindo a todos que separem os resíduos em suas casas”, disse o Sr. Willie D. Martes, Gerente da Secretaria de Meio Ambiente.

Fonte: Popular Online.

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*