1617

Polícia Militar evita furto ao Bradesco de Quatro Marcos

A agência do banco Bradesco, de São José Quatro Marcos, foi alvo de uma tentativa de furto na madrugada desta segunda-feira (11/12),  quando Policiais Militares da 3ª CIA de PM, realizavam rondas pela área urbana..

Uma guarnição da PM realizava patrulhamento na Avenida São Paulo, em frente ao Banco Bradesco, quando foram acionados por uma empresa de segurança e responsável pela agência, informando  que algo anormal estaria ocorrendo no interior do banco e que  possivelmente bandidos estariam tentando realizar o furto.

A equipe que já se encontrava em frente à agência, adentrou a área dos caixas, constatando que estava aparentemente normal. Após sanar a dúvida, os policiais continuaram realizando patrulhamento na avenida, e novamente a empresa entrou em contato, informando que outros alarmes no interior da agência haviam sido acionados, e que alguém poderia estar em outras salas, inclusive onde fica o cofre.

A equipe foi novamente agência e solicitou apoio as guarnições de Mirassol D’Oeste e Araputanga. Enquanto aguardavam reforço, os policiais ficaram na área externa do banco fazendo isolamento do local. Com a chegada do gerente,  os PMs entraram  no interior do banco, e durante a vistoria em uma das salas, onde fica o cofre, foi observado junto a uma divisória um pequeno buraco na parede, o que chamou atenção.  Ao olharem pelo buraco da parede, viram várias ferramentas que foram deixadas pelos criminosos, que tentavam furtar o cofre da agência.

O cofre não chegou a ser violado, mas pelo tipo e a grande quantidade de ferramentas, demonstra que são criminosos especializados em prática de crimes desta natureza. No local foram encontradas furadeira, ferramenta de corte, bateria, alicate, pé de cabra, de fendas, dentre outras, que foram utilizadas para furar um buraco na parede e ainda seriam utilizadas para o arrombamento do cofre.

O caso passou a ser investigado agora pela equipe da Delegacia de Polícia Civil.

Fonte: Rádio 14 de Maio FM.

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*