c5d1220b28eed75c0d6e3c11a5355b15-600x330

Parabéns Vale de São Domingos! Cidade maravilhosa que completa mais um ano de emancipação! Cidade acolhedora e de um povo guerreiro em busca de dias melhores.

HISTÓRICO

O município de Vale São Domingos foi criado através da Lei Estadual nº 7.231, de 28 de Dezembro de 1999, de autoria do deputado estadual José Lacerda, com território desmembrado de Pontes e Lacerda. 

A primeira tentativa de criação do município foi feita pelo deputado Dionir de Freitas, através do Protocolo de nº 3.076/91 e Processo 413/91, apresentou um Projeto de Lei que pleiteava a emancipação da localidade em 10 de Outubro de 1991.

A justificativa apresentada o deputado Freitas, mostrou o porque de sua proposta …o povoado de São Domingos, como inicialmente era chamado até sua elevação à categoria de distrito, vem experimentando um crescimento urbano ininterrupto. São inúmeras residências que abrigam centenas de famílias, diversos estabelecimentos comerciais e públicos. Apesar dos esforços o município não foi criado.

Passaram-se alguns anos e o deputado José Lacerda chamou para si a responsabilidade da criação do atual município. Apresentou o Projeto de Lei nº 12/98, justificando que …a partir da necessidade dos colonos assentados na gleba de nome São Domingos em buscar um melhor entrosamento comercial. Afirmou também que o crescimento local não era maior em virtude da distância que separa São Domigos de Pontes e Lacerda, tornando difícil e dispendiosa a tarefa de conservação de estrada e realização de obras vitais à economia local. 

O Decreto Legislativo nº 2.937, de 26 de Outubro de 1999, permitiu que o Tribunal Regional Eleitoral autorizasse a realização de uma consulta plebiscitária relativa à criação do município de Vale de São Domingos. Nesta época o escrivão eleitoral sr. Hélder Costa, de Pontes e Lacerda, expediu certidão mostrando que o distrito de São Domingos, na 25º Zona Eleitoral, contava com dois locais de votação – Patrimônio de São Domingos e Barracão Queimado, apresentando 2.322 eleitores aptos a votarem. Pronto, era o suficiente para que o TRE/MT aprovasse o plebiscito, que foi realizado e a resposta foi um uníssono sim. 

CRÉDITOS: Mato Grosso e Seus Municípios, Autor: João Carlos vicente Ferreira – Cuiabá: Buriti, 2004. Anuário Estatístico de Mato Grosso 2005, Associação Mato-Grossense dos Municípios-AMM 
Data de publicação: 11/06/2008 

Fonte: www.seplan.mt.gov.br

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*