675358

Mulher tem surto psicótico, pula de ambulância em movimento e morre na BR-174; Veículo é da Prefeitura de Pontes e Lacerda

A senhora Sebastiana Lúcia da Silva Campos (28 anos) morreu nas proximidades do distrito do Caramujo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu no início da noite desta quinta-feira (10) um acidente ocorrido no km 104 da BR-174, no município de Cáceres.

Segundo informações dos policiais da PRF, por volta de 19h30 uma passageira de um ônibus, que tinha o itinerário entre as cidades Cuiabá a Pontes e Lacerda, quando teve um surto e invadiu a cabine do motorista do ônibus vindo a agredí-lo, que perdeu o controle da direção e por pouco não causou um acidente com maior gravidade. A mesma dizia que iria matar todo mundo.

Ainda de acordo com a PRF, o motorista conseguiu estacionar no acostamento, e alguns passageiros conseguiram conter a senhora Sebastiana Lúcia da Silva Campos (28 anos), e os mesmos conseguiram abordar um veículo ambulância que passava no momento, a senhora foi colocada no veículo e seguiu viagem em direção ao Terminal do Cacho, no município de Mirassol D’Oeste.

Em depoimento, o motorista da ambulância, Jonathan Inácio Albuquerque (31 anos), declarou que estava retornando para a cidade de Pontes e Lacerda, quando após o distrito do Caramujo viu um ônibus parado e pessoas acenando.

O mesmo parou e foi solicitado a ele, ajuda na condução da senhora que estava em surto, e que após conversar com mesma, a senhora aceitou ir na ambulância, e que ele estaria acompanhado de uma enfermeira da Secretaria Municipal de Pontes e Lacerda.

Após andar cerca de 1 km do local o motorista ouviu um barulho, parou o veículo e certificou que as portas da ambulância estavam fechadas e continuou a viagem. Ao chegar ao Terminal do Cacho, abriu a porta traseira da ambulância e não encontrou a senhora, imediatamente retornou a cerca de 10 km e encontrou o corpo da vítima ao solo.

Segundo o motorista a senhora teria aberto uma das janelas e pulado na rodovia, e que por pouco o motorista do ônibus não teria atropelado o corpo da senhora.

Foi solicitada a presença da Policia Rodoviária Federal, Politec e Policia Judiciária Civil, porém a senhora já se encontrava sem vida.

Por: Joner Campos.

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*