sinop_mt

Detentos fazem greve de fome por melhorias em presídios de Mato Grosso

Detentos de todas as unidades prisionais do Estado iniciaram uma “greve de fome” a partir desta segunda-feira (06). O anúncio foi feito por meio de um comunicado de familiares pelas redes sociais.

De acordo com Secretária de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), a ação dos reeducando reivindica melhores atendimentos a saúde e alimentação. As informações divulgadas são de que os detentos protestam contra a transferência de presos para cidades longe dos familiares.

As unidades que participam do “salve geral” é a Penitenciária Central do Estado (PCE), o Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) e o presídio feminino Ana Maria do Couto, em Cuiabá.

Alguns presos da Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, também aderiram ao protesto. No interior, detentos das unidades de Campo Novo do Parecis, Comodoro e Lucas do Rio Verde também decidiram participar da greve.

penitenciária

Outra reclamação é sobre a superlotação das celas que abrigam até 40 presos, mas tem a capacidade para 8.

A Sejudh informou que já estão sendo tomadas medidas para evitar qualquer problema de segurança nas unidades.

Fonte: Folha Max.

 

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*