Contra ou a Favor?

O Fantástico do último domingo (13/09) exibiu uma reportagem sobre o país vizinho Uruguai, que se tornou o primeiro do mundo a legalizar o porte e uso da Maconha. O tema é polêmico e desde quinta-feira (10/09), tem sido tema de discussão no Brasil por meio do Supremo Tribunal Federal (STF). Dos onze ministros, três já votaram, todos a favor da liberação.
No Uruguai, a Lei determina controle total do Estado. Até o preço, cerca de R$ 4 por grama, é fixado pelo Governo. Turista não pode comprar maconha nem nas lojas, nem em lugar nenhum. A Lei só liberou plantar e ser sócio de clubes para uruguaios e estrangeiros com residência permanente.
E os três principais pontos da Lei no País são: Para quem tem mais de 18 anos e se cadastrar, ela libera o plantio. São até seis pés que estejam florescendo. Permite a criação de clubes, que podem plantar até 99 pés. São no máximo 45 sócios, e cada um pode receber até 40 gramas por mês. Libera a venda em farmácias, com receita médica, de maconha plantada por empresas escolhidas em licitação. Essa última etapa, ainda não foi posta em prática pelo Governo.
De acordo com o Governo uruguaio, 9,3% da população admitem ter usado maconha nos últimos 12 meses. Em 2011, antes da lei, eram 8,3%. Apesar da subida, este é o menor aumento dos últimos 14 anos.
No Brasil, os ministros que se posicionaram a favor, acreditam que a legalização da maconha terá grande impacto, principalmente nas políticas de combate ao tráfico.
Enquanto no Brasil o debate segue quente, no Uruguai apenas o tempo vai dizer se o País está ou não no caminho certo!

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*