amp-deputadoadriano

Adriano assina CPI para tirar Taques do governo, Leonardo não

O governador Pedro Taques (PSDB) deve enfrentar já no início deste ano uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa. As investigações serão os desvios de finalidade dos recursos dos Fundos de Transporte e Habitação (Fethab) e de Educação Básica (Fundeb).

A comissão já teria sido até batizada de “CPI das Pedaladas” e é a primeira investigação do parlamento sobre o governador tucano. A CPI foi proposta na manhã desta segunda-feira pelas lideranças partidárias.

Segundo informações, 16 deputados já assinaram o requerimento, garantindo assim número suficiente para a instauração da comissão. A leitura do requerimento deve ocorrer na sessão extraordinária da tarde desta terça-feira (16).

Porém, os trabalhos devem ser iniciados após o fim do recesso legislativo, em fevereiro. Já assinaram o requerimento os deputados Allan Kardec (PT), Valdir Barranco (PT, Janaína Riva (PMDB), Silvano Amaral (PMDB), Romoaldo Junior (PMDB), Zeca Viana (PDT), Adalto de Freitas (Solidariedade), Mauri Savi (PSB), Oscar Bezerra (PSB), Adriano Silva (PSB), Zé Domingos Fraga (PSD), Baiano Filho (PSDB), Guilherme Maluf (PSDB), Wancley Carvalho (PV) e o líder do Governo, Dilmar dal Bosco (DEM), que é líder do Governo.

Entusiasta da comissão, o deputado estadual Alan Kardec destacou que a ideia já vinha sendo discutida no ano passado com o foco apenas nos desvios de finalidade do Fethab. “Hoje, me reuni com o deputado Oscar para fazer uma CPI não só do Fethab, mas para investigar também a questão dos fundos, como o Fundeb”, destacou.

O petista apontou a existência de indícios graves de desvios de finalidade dos recursos dos fundos,
prejudicando assim investimentos em áreas importantes, como Infraestrutura e Educação. “O que aconteceu no ano passado, apropriação indébita dos recursos do Fundeb e depois depósito de R$ 256 milhões nas contas das prefeituras, a gente tem indícios de que dinheiro carimbados tenham sido utilizados para outras finalidades”, assinalou.

IMPEACHMENT

Alan Kardec apontou, inclusive, uma recomendação do Ministério Público de Contas de que seja aberto um processo de impeachment do governador Pedro Taques. “Vamos dialogar essa situação em que se encontra o Estado. Um Estado que bate recorde de arrecadação, tem a maior produção agrícola do mundo, que cresce acima da média e a gente tem uma ingerência por parte do governador Pedro Taques”, assinala.

Por: Gilson Nasser.

Deixe seu Comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*